Celebração na cidade de Santos/SP

Olá!

Temos a alegria de compartilhar a Celebração de 02 anos de Projeto na cidade de Santos. As fotos que seguem são da formatura dos participantes. Um dia de muita alegria para nós!!

Construir um trabalho de Justiça Restaurativa é um desafio que nos convida a refletir sobre a maneira que nos relacionamos em diferentes esferas. Desenvolver um projeto de Justiça Restaurativa que tenha capilaridade e sustentabilidade nos traz reflexões e inquietações foto-15necessárias para que não se mantenha as dinâmicas produtoras de violência.

Olhar para o Sistema de Convivência foi a base do projeto de Santos e, a partir da força de um grupo que se chamou de Comissão de Gestão, integrando as secretarias municipais de Educação, Assistência Social, Saúde, Defesa da Cidadania e Segurança, os conselhos municipais da Educação e do Direito da Criança e do Adolescente, UniSantos, Vara da Infância e da Juventude e do Idoso, Ministério Público e Defensoria Pública, a proposta foi gradualmente ganhando contorno e se transformando em um Programa.

Foram dois anos de encontros, formações, reuniões e realizações. Neste tempo, vínculos foram criados para se estabelecer um ambiente fértil e seguro para o processo formativo e a busca por mudanças de paradigmas na convivência, com foco especial na construção de políticas públicas nesta área.

Os resultados do trabalho desenvolvido em Santos são significativos. Uma Cidade Educadora que está em plena construção de uma Cidade também Restaurativa. Já Chegou a 28 escolas com 15.614 alunos beneficiados.

Foram formados 180 facilitadores, representantes da educação Assistência Social, Saúde, Defesa da Cidadania e Segurança, os conselhos municipais da Educação e do Direito da Criança e do Adolescente, UniSantos, Vara da Infância e da Juventude e do Idoso, Ministério Público e Defensoria Pública. São pessoas formadas nos conteúdos introdutórios apresentados, com conhecimento básico das teorias relacionadas à Justiça Restaurativa, bem como aptos a mapear situações de conflito e violência dentro do sistema de convivência e sensibilizar os envolvidos nos princípios da Justiça Restaurativa, desenvolvendo com isso Círculos de Construção de Paz.
Também foram formados 30 multiplicadores do programa, que abrangem professores, orientadores pedagógicos, supervisores de ensino, assistentes sociais e psicólogos da Assistência Social, Representantes da Secretaria de Cidadania. Estes atuam para difundir a prática e contribuir na formação de novos facilitadores.

Este trabalho foi desenvolvido pelo Laboratório de Convivência, com base na metodologia desenvolvida a partir de experiências em diferentes cidades e estados.

Que o empenho e dedicação de todos os envolvidos neste trabalho seja inspirador e possibilite avanços na transformação social.

As fotos que seguem são da Celebração de 02 anos de Projeto. Formatura dos participantes.

Fotos de Leonardo Rogério